segunda-feira, 1 de abril de 2013

Resenha: blush Sugarbomb, Benefit

Mais uma resenha de mais um blush da Benefit. Para quem não lembra, o primeiro blush resenhado da marca foi o Bella Bamba, o link da resenha é esse aqui.

O Sugarbomb veio de brinde numa compra que fiz na Sephora BR. Estava muito empolgada para receber esse blush porque ele é bem bonitinho - como todos os produtos da Benefit Cosmetics. A embalagem na caixinha é bonitinha, a amostra também é, ele é tipo blush mosaico, ou seja, vem várias cores separadas e na hora que for usar, pega o pincel e mistura todas.




A amostra veio com 3g, o que é uma boa quantidade de blush. Na Sephora a embalagem full-size custa R$139, não tenho como dizer quantas gramas vem, mas acredito que deva vir entre 8g a 7g - para quem não sabe o porque eu não sei informar sobre esse detalhe, por favor, leia esse post aqui.


A embalagem, mesmo sendo um sample, é bem boa. Acho que é uma mão na roda pra quem quer levar blush na bolsa ou em viagens, por ela ser pequena, fininha e proteger bem o produto.


O cheiro é muito bom: é adocicado porém fraquinho, é mais sutil que o do Bella Bamba. Só senti mesmo porque aproximei bem o nariz.


São quatro cores - de acordo com a Sephora, pêssego, ameixa, pink e rosa -  que misturadas dão o resultado de um coral com shimmer, mas eu não quero me prolongar muito nesse detalhe por conta de algo que vou acrescentar mais abaixo. 





E agora eu vou começar com as críticas...


Eu lia muitas resenhas positivas à respeito dos blushes da Benefit, mas me surpreendi com o Bella Bamba quando comecei a perceber que ele é um blush bem esfarelento (fiz um update sobre isso lá na postagem do blush no dia 03/03/2013). Com o Sugarbomb não foi muito diferente. Conversando com as meninas da comunidade da Renata, a Conversa de Beleza, surgiram algumas hipóteses que junto com a diminuição do blush, a fórmula pode ter mudado e o blush tenha ficado esfarelento.


Outro ponto que me decepcionou bastante foi a pigmentação desse blush que posso descrever em apenas uma palavra: fraquíssima. As resenhas que já sobre os blushes da marca sempre falavam sobre o quanto a pigmentação deles é excelente, o Bella Bamba comprova isso! Mas o Sugarbomb é um fracasso. Passei da primeira vez e não vi diferença, na segunda também, quando passei na terceira - passei com muita vontade - e apareceu um pouquinho. Percebi mais brilhinhos do que cor. Até pensei que fosse algum problema com o pincel e tentei quatro pincéis diferentes, mas o resultado foi o mesmo.





Seria um bom blush para meninas que gostam de cores discretas mas com shimmer - acho meio confuso gostar de pouca cor porém com brilho, mas vai que tenha gente que goste, não é?


Fora isso, ele é um blush que esfuma razoavelmente bem, permitindo espalhar bem a cor. Mas eu não queria muito esfumar ele para a cor desaparecer ainda mais.


Outro ponto favorável desse blush é a duração. Os brilhos dele realmente fixam na pele e a duração não é ruim, durou bem por umas quatro-cinco horas, porém ao longo disso a cor vai desaparecendo e o shimmer continua, depois de umas cinco horas, o shimmer sumiu.


Enumerando os prós e os contras...


Prós:

• Apesar de ser uma amostra, não é pequena: são 3g de blush dentro de uma embalagem excelente para ser levada na bolsa ou em viagens;
• Em mim, teve uma duração bem boa: cerca de quatro à cinco horas.

Contras:

• Esfarela demais. Termina que as 3g não são suficientes porque o blush vai soltar muito pó grosso que o pincel não vai conseguir pegar para usar;
• Não é um blush bem pigmentado, tem que aplicar muito produto para ele aparecer na pele. No fim da aplicação, percebe-se mais shimmer do que a cor do produto.


Decidi dar apenas um coração. O blush tinha tudo para ser lindo, mas esfarela muito e a pigmentação não é boa - essas duas características, para mim, são muito importantes num produto como um blush.



5 comentários:

  1. Vixi, só de ler não gostei do blush. Eu gosto do Bella Bamba, mas não acho ele tão esfarelento (pelo menos não tanto quando o iluminador da Duda Molinos, que depois que eu passo, o quarto inteiro fica iluminado!).

    O cheiro é bom, mas talvez outras marcas tenham blushs melhores, né?

    E o pé, está melhor?

    bjão!
    Lívia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lívia! Pois é... Tanta fama pra nada. Sério que o iluminador da Duda Molinos é esfarelento?! Eu nunca testei, nunca encontrei pra vender por aqui, mas vejo todo mundo falando tanto desse iluminador... Mas é horrível produto esfarelento, né? :(

      Justamente! De quê adianta ser tão cheirosinho se é tão ordinário? hahahahahaha

      O pé tá melhor. Tirei o gesso no fim de semana e tô colocando um saco de gelo de 2 a 3 vezes ao dia... Hoje comprei uma daquelas tornozeleiras elásticas pra evitar que eu torça novamente. Obrigada. :))

      Beijãooo!

      Excluir
  2. Ahhh eu adoro o DANDELION e encontrei ele super em conta aqui nesse site:
    http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-476645328-blush-e-iluminador-dandelion-benefit-_JM

    Beiijãao

    ResponderExcluir
  3. Se a durabilidade é boa, como a pigmentação seria fraca? Há certos tipos de maquiagem que necessitam de camadas para a pessoa trabalhar se quer mais forte ou menos forte, tipo maquiagens com super pigmentação mancha a pele e a pessoa fica horas esfumando aquilo e ainda pode não dar naturalidade ao look. Na boa achei sua resenha fraca.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei a pigmentação fraca ou talvez a proposta do blush seja uma cor mais fraca. Mas eu não gostei, o Bella Bamba, que também é da Benefit, é bem mais pigmentado e dura tanto quanto o Sugarbomb. Eu prefiro um stain, ou esse tipo de produto que mancha, como o blush do Boticário e acho que ele fica natural, é bem mais em conta e dura muito na pele. Mas é aquela coisa, acho legal ter a oportunidade de experimentar.

      É uma pena que você achou a minha resenha fraca, mas foi o que eu senti com esse blush.

      Excluir