quarta-feira, 31 de julho de 2013

Favoritos (ou mais usados) de julho ♥


Quando eu tirei a foto para os favoritos, eu notei quantos produtos nacionais (ok, Mary Kay não é nacional, mas é mais acessível do que outras marcas, tanto no quesito de compra quanto no bolso).

1. Batom True Dimensions "Rosette", Mary Kay: assim como as demais compras da Mary Kay que vão aparecer nesse post, esse batom foi uma compra recente. Eu simplesmente estou amando porque ele é bem hidratante e a cor dele me agrada muito, é um rosa mais escuro, fechado, puxando pro vermelho. Achei ele parecido com as lip butters da Revlon, mas achei que tem mais cor;


2. Corretivo líquido, Tracta: já tinha lido muito sobre esse corretivo e decidi comprar porque tirando o Pro-Longwear da M.A.C. e as canetinhas ilumindoras, todos os meus corretivos são cremosos e senti falta de um corretivo líquido. Apesar das frustrações com o Select Moisturecover, achei esse da Tracta incrível porque cobre bem e é hidratante na medida certa;


3. Sombra "Lavander Fog", Mary Kay: comprei achando que seria parecida com a Tease, mas terminou sendo um pouco mais roxinha. Gostei muito dessa sombra! Fiquei arrependida de não ter investido antes nas sombras da Mary Kay, porque eu gostei muito delas. A cor é bem neutra, apesar de ser roxo. Usei muito no dia-a-dia esfumando no côncavo e só;


4. Máscara Hypnose Drama, Lancôme: ganhei essa miniatura de uma amiga e tenho usado bastante - estou decidida a acabá-la. Gostei da fórmula, do efeito e achei o pincel bem legal. Só o preço que não ajuda;


5. Base líquida matte Timewise, Mary Kay: comprei depois de ver a Renata falando tão bem dela, tanto na comunidade quanto no blog e não me arrependi, é excelente. Algumas meninas da comunidade disseram que a duração dessa base no rosto não é muito boa, mas eu não notei isso, vou tentar prestar mais atenção ao fato nas próximas vezes que usá-la;


6. Primer Potion "Eden", Urban Decay: comprei para fixar as sombras da quem disse, berenice? e acabei me apaixonando. A cor dele é ótima para esconder o marrom das minhas pálpebras e as sombras ficam incríveis já que as cores ficam vivas e duram demais.


Então, esses foram os produtos que eu mais usei e gostei em julho. Vocês conhecem algum deles? E quais foram os favoritos de julho de vocês?

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Pequenas resenhas e algumas questões sobre sombras cremosas

Já faz um tempinho que eu penso em fazer um post desse tipo aqui no blog, parece que hoje é o dia.

Quem segue o blog há um tempinho, sabe que eu gosto muito de sombras cremosas e tenho algumas de marcas diferentes. Então, vou tentar fazer uma breve resenhas sobre as sombras, começando com os paint pots.



Deu pra notar que só depois de ter colocado o nome do blog eu decidi fazer a colagem, oops

Tenho três cores Paint Pots: Bare Study (bege suave com brilhos dourados), Painterly (bege nude) e Groundwork (taupe). Peguei as descrições das cores no site da M.A.C. já que eu sou péssima para descrever cor.


Em relação a preço, os paint pots são as sombras cremosas mais caras que eu tenho. Comprei uma no Brasil, outra quando viajei e a última, Painterly, foi um presente. Nos EUA custam US$18,50 + impostos da cidade que você está e no Brasil R$89.


Geralmente eu uso o Bare Study quando quero algo discreto porém iluminado ou como base para sombras quando quero uma maquiagem mais iluminada. O Groundwork também uso sozinho em dias de preguiça e quando quero algo simples ou como base de sombras para maquiagens mais marrons. Já o Painterly, como eu já disse nesse post, uso como um primer e para "anular" a cor marrom das minhas pálpebras.


A textura dos paint pots é mais a de um creme e vale dizer que eu não tenho problemas para esfumar a sombra em cima deles ou eles sozinhos.


A duração dessas sombras é inquestionável, nunca tive problemas de acúmulo ou de perder a cor. A pigmentação delas também é excelente. Serve perfeitamente como primer de sombras - o único problema que já tive foram com as sombras da quem disse, berenice? que só segura legal com uma camada de Primer Potion da Urban Decay + uma camada leve de paint pot.



Assim como os Paint Pots, tenho três cores de Color Tattoos: a Pomegranate Punk (um marrom mais avermelhado com shimmer meio prateado), Bad to the Bronze (como já diz o título é um bronze) e Audacious Asphalt (chumbo com brilho prateado).


As Color Tattoos são as mais baratas que tenho. Comprei uma com a Duda Gaia, quando ela veio pra cá e as outras duas quando viajei para Santiago. Acredito que nos EUA elas custam uns US$6. Na feelunique você pode comprar por US$8,23 (e o frete é grátis). Se você quiser, tem várias lojinhas de moças que moram nos EUA e revendem os produtos, mas como nunca comprei em nenhuma, não sei qual recomendar.


Por incrível que pareça não uso as Color Tattoos tanto quanto eu gostaria, apesar delas serem super fáceis de usar. A que eu mais uso no dia-a-dia é a Bad to the Bronze, a mais neutra de todas.


Já fiz várias maquiagens com a Pomegranate Punk, tanto como base de sombras, quanto usando-a sozinha (exemplo aqui). O mesmo com a Audacious Asphalt, que por sinal, me surpreendi que ela é razoavelmente neutra sozinha. A Bad to the Bronze eu gosto de usar sozinha, mas também dá pra usar como base de sombras.


Não tenho nenhum problema com a duração ou a pigmentação dessas sombras. A promessa da Maybelline é que elas duram 24h na pálpebra (e eu não duvido, porque elas grudam mesmo). A textura é mais de um gel e eu senti que com o tempo, elas ressecaram um pouco. Quando elas estão novinhas é mais fácil para esfumar, já quando elas ressecam, é um pouco mais difícil (mas não é impossível).




Essa sombra cremosa é da marca Catrice. Se eu não me engano, é uma marca bem famosa na Alemanha, mas por sorte eu consegui comprar no Chile. A cor dela é meio mutante mas é bem bonita: é um marrom/taupe que tem um brilhos dourados. É bem bonita mesmo e dá pra usar tranquilamente no dia-a-dia porque é bem neutra, apesar do shimmer. A cor dela é Lord of the Blings. Tem resenha dela aqui.

Ela custou uns R$20, talvez um pouco menos. Infelizmente eu não sei quanto ela custa na Alemanha. Sei que tem uma moça, a Drika Mateus, que vende Catrice e envia pro Brasil, mas nunca comprei com ela.


A textura dela é a mais diferente das que eu tenho. A consistência lembra aquelas sombras cremosas da Chanel (que por sinal, consegui testar! As cores e os brilhos são lindos, mas me decepcionou na duração). Ela fica entre o meio termo do gel e do creme, mas ela é bem fácil de aplicar, espalhar e esfumar, dá pra fazer isso facilmente com os dedos.
Também não tive problemas com a pigmentação ou duração. É excelente. Não craquela ou acumula. Além de servir como base de sombras e dá pra usar sozinha.


Espero que esse post tenha servido para esclarecer algumas dúvidas. Não me arrependi de ter comprado nenhuma dessas sombras, gosto de todas e sempre tento usá-las. Algumas eu comprei com propósitos diferentes (como a Painterly da M.A.C.). Se você quiser um produto que seja multiuso, eu acho uma boa ideia e recomendo. Caso você tenha preguiça de usar sombras no dia-a-dia e quer algo mais prático, também recomendo as sombras cremosas.


Qual eu acho a melhor?

Eu gosto de todas, como já disse. Mas eu uso mais as da M.A.C.

Qual a que tem melhor custo benefício?

Acredito que seja a da Maybelline.

Qual a que seca mais rápido?

Infelizmente, acho que a da Maybelline.

Qual vem mais produto?

M.A.C. e Catrice (ambas tem 5g)

Qual a que tem mais cores sem brilho?

Acredito que a M.A.C. tenha mais opções nesse quesito, apesar da Maybelline ter a Tough as Taupe.

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Sugestão: um kit básico para olhos

Essa postagem meio que foge dos objetivos do blog, mas quando eu pensei, achei interessante (espero que vocês também gostem).

Queria deixar bem claro que é a minha opinião sobre esses produtos e como eles servem pra mim, digo o mesmo a respeito das "técnicas" - que não são bem técnicas e super inovadoras, mas às vezes são úteis. Os produtos que eu citei abaixo são apenas sugestões! Não coloquei rímel ou produtos para preencher a sobrancelha porque conto esses itens meio que como outra etapa. O que eu queria mesmo falar era sobre os olhos, a maquiagem feita na pálpebra mesmo, ok?

Tentei pensar o seguinte: se eu fosse dar uma dica para uma amiga que começou a se interessar por maquiagem de olhos qual seriam os produtos que eu indicaria?


Da esquerda pra direita: sombra matte preta, sombra iluminadora, pincel de esfumar, sombra marrom matte média, lápis bege e um primer de sombras.

Vou explicar o motivo de ter escolhido cada um desses produtos e darei sugestões de alguns que eu tenho por aqui.

• Por que uma sombra matte preta? Acho legal porque a sombra matte preta ajuda pra fazer um degradê de cores, serve também como delineador e acho que esfumada no canto externo fica bem classuda. A sombra da foto é a da paleta Au Naturel da Sleek;

• Por que uma sombra iluminadora? Acho que a sombra iluminadora no cantinho do olho fica muito legal, equilibra a maquiagem dos olhos e dá um aspecto mais descansado. Algumas pessoas condenam mas eu não vejo problema em usar a sombra iluminadora abaixo da sobrancelha, principalmente à noite. A sombra da foto é a Champagne da Cover Girl;


Sugestões de sombras iluminadoras: a primeira e a segunda sombra da paleta Undressed da Makeup Academy (seria uma equivalente das sombras Virgin e Sin da Naked 1 da Urban Decay), o Paint Pot na cor "Bare Study" da M.A.C. e a sombra Champagne da Cover Girl.

• Por que um pincel de esfumar? Sinceramente, eu gosto muito de maquiagens mais esfumadas. Acho que as mais gráficas ficam muito pesadas e estranho. Na minha opinião, esfumar sombra é essencial. O pincel da foto é o C-S06 da Coastal Scents;


Sugestões de pincéis de esfumar: o C-S06 e o C-S08, ambos da Coastal Scents. Também sugiro aquele pincel que vem o kit da EcoTools - mas terminei esquecendo de colocar na foto.

• Por que uma sombra marrom matte média? A marrom matte média serve para esfumar aquele canto entre o concavo e a sobrancelha quando você faz uma maquiagem mais escura ou mais elaborada nos olhos. Mais informações nesse post da Renata. A sombra da foto é a Omega da M.A.C.;


Sugestões de sombras marrom matte média: a sombra 3 e 5 da paleta da Makeup Academy (equivalente as sombras Naked e Buck da Naked 1 da Urban Decay) e a sombra "Omega" da M.A.C. Já li resenhas muito positivas das sombras da Mary Kay, as que seriam marrons matte médias seriam as Hazelnut, Cinnabar e a Sienna. 

• Por que um lápis bege? Acredito que o lápis bege tem o mesmo efeito que a sombra iluminadora no quesito do aspecto descansado. Além dar a impressão que o olho é maior. Um truque com o lápis bege é fazer uma linha logo abaixo da sobrancelha e esfumar, a sobrancelha fica mais destaca e bem bonita. O lápis da foto é o Lápis bege da Contém 1g;

• Por que um primer de sombras? O primer vai servir para a sombra durar mais nos olhos, não acumular e a cor dela se intensificar. Antes eu não dava muita bola para ele porque achava que só investindo em boas sombras, não iria precisar desse produto, mas me me enganei. Um primer faz diferença! O primer da foto é o Urban Decay Primer Potion na cor Eden.


Sugestões de primers para os olhos: geralmente eu escolho um primer que tenha um cor que possa anular o amarronzado das minhas pálpebras (já falei mais sobre isso nesse post aqui). Os primers que mais gosto são o Urban Decay Primer Potion, o Paint Pot "Painterly" da M.A.C. e o Stay Don't Stray da Benefit (que não é tão bom quanto esses dois anteriores, mas é mediano e também funciona como um primer de corretivos).

Bônus 1:

Por que paletas? O que eu acho mais legal da paletas é a possibilidade de reunir várias cores que são úteis num único produto.



As duas que eu recomendo são a Undressed da Makeup Academy (ou a Naked 1 da Urban Decay se você quiser investir mais) e a Au Naturel da Sleek Makeup.


A Undressed tem sombras iluminadoras (2), sombras marrons matte médias (2), além de outras cores que são neutras, mas que dá pra compor qualquer tipo de maquiagem, desde uma pro dia-a-dia até uma maquiagem de festa. Outro fato é que a Undressed tem sombras mattes (2) e com shimmer (10).


Já a Au Naturel é uma paleta mais matte - tem 8 cores mattes e 4 com shimmer. Tem branco opaco (que também serve para iluminar e passar em baixo do arco da sobrancelha para definir), preto opaco, uma sombra camurça (que também dá pra fazer o papel do marrom matte médio) e uma marrom mais escura também opaca (não recomendo para esfumar como marrom matte médio justamente por ela ser mais escura). A escolha das cores também dá pra fazer maquiagens para o dia-a-dia e também para festas.


Bônus 2:


Além do Stay Don't Stray da Benefit, existem outros produtos que dá pra usar para outras funções. O Paint Pot "Bare Study" além de ser uma opção de sombra iluminadora serve também como primer de sombras. O corretivo iluminador em caneta The Touch Magique da L'Oreal além desta função pode servir pra iluminar o canto interno do olho e para iluminar abaixo da sobrancelha.

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Resenha: Paint Pot "Painterly", M.A.C.

Semana passada enquanto me maquiava tirei algumas fotos de alguns produtos pra fazer resenha pro blog, um deles foi o Paint Pot da M.A.C. na cor Painterly.

Há algum tempo eu desejava o Painterly porque minha pálpebra é meio marrom, meio roxa, assim como as minhas olheiras, e sinceramente, isso me incomoda. Às vezes, se eu uso uma sombra marrom e ela nem aparece por causa da cor que a minha pálpebra tem. Ou quando eu estou atrasada e passo só um corretivo nas olheiras, um blush e um rímel, fica estranho aquele "marrom cansado" na pálpebra.


Antes que me sugiram usar corretivo na pálpebra, eu digo logo que não dá, porque o corretivo acumula e fica complicado, além de não durar. Daí achei melhor investir num paint pot que a cor neutraliza essa cor e ainda serve como primer de sombras.


Uma amiga que mora fora vinha pra cá e eu encomendei a ela, quando chegou ela disse que era um presente. Daí eu não sei quanto custou, mas no Brasil custa R$89 (os preços da M.A.C. no Brasil diminuíram, ainda bem).




A embalagem do Paint Pot é de vidro com tampa de rosquear. Tem gente que diz que o Paint Pot seca, mas eu nunca tive esse problema. Vem 5g de produto.


A cor do Painterly é mais puxada para o rosado. Mas quem quiser um mais amarelado, tem a opção do Soft Ochre (não achei essa cor na Sephora, mas nas lojas da M.A.C. deve ter).


Eu gosto do Paint Pot porque ele é um item bem multi uso: serve como primer, pode ser usado sozinho, também serve como base de sombras e alguns (como o Bare Study) servem como iluminador.


Achei o Painterly perfeito para neutralizar/anular o marronzinho da minha pálpebra. A cor dura o dia inteiro, não acumula e nem escorre. Enfim, é perfeito! Como primer de sombras, eu também achei bem legal, porque agora, finalmente, eu posso ver direito as cores que eu aplico na pálpebra, principalmente algum marrom mais claro, como o Omega da M.A.C. ou a dupe da Naked e da Buck da paleta da Makeup Academy.


Infelizmente, ele não segurou mais as sombras da Quem disse, berenice?, mas todas as minhas outras sombras ele segura muito bem.




Prós:

• Se você procura um primer e tem a pálpebra mais escura, o Painterly é uma boa solução;
• Fixa muito bem as sombras! Sozinho também funciona perfeitamente.

Contra:

• Vou colocar o preço cobrado no Brasil como um "contra", mas o preço das maquiagens, perfumes, videogames só custa isso por causa dos impostos.

Decidi dar 5 corações porque esse produto funciona muito bem pra mim! Foi algo que eu pensei que fosse uma frescurinha, mas eu gosto muito, funciona para aquilo que eu queria (e ainda mais, pois é um primer também).



♥ ♥ ♥ ♥ ♥